segunda-feira, outubro 20, 2008

Pina sucede... a Pina!


Sob o protesto dos autarcas e sem surpresas de maior, o ex-presidente da Região de Turismo do Algarve já assumiu a presidência do... Turismo do Algarve!

Segundo o
Observatório do Algarve, as duas listas concorrentes para as presidências do organismo e da assembleia geral foram eleitas por larga maioria, obtendo António Pina 29 votos a favor e um contra e Elidérico Viegas somou 26 votos favoráveis, três contra e um branco...


Na tomada de posse, António Pina afirmou querer "exercer competências em matéria de instalação, exploração e funcionamento da oferta turística", que não ficaram consagradas nos estatutos do Turismo do Algarve, mas constavam da proposta inicial aprovada pela comissão instaladora, e a lei geral das Entidades Regionais de Turismo prevê a sua consignação e até já foram reconhecidas a outras regiões, como Lisboa e Norte!

1 comentário:

OBSERVADOR disse...

Pina diz que Algarve ganha mais poderes para negociar com Turismo de Portugal

in Barlavento, 21 de Outubro de 2008 | 22:08, lusa

O Turismo do Algarve passa a ter mais poder de negociação com os novos estatutos da Entidade Regional do Turismo do Algarve (ERTA), antiga Região de Turismo do Algarve (RTA), defendeu terça-feira o socialista António Pina.

António Pina, ex-presidente RTA, ex-director regional de Educação e ex-governador civil de Faro, foi eleito, na segunda-feira com 29 votos a favor e um contra, para o cargo da presidência da ERTA.

Em entrevista à Agência Lusa, António Pina defendeu que com os novos estatutos da ERTA, a direcção do turismo do Algarve vai ter mais poder para "contratualizar com o Turismo de Portugal".

"Além das competências intrínsecas à ERTA, nós podemos adquirir mais competências, contratualizando com o Turismo de Portugal a passagem de algumas competências deles para nós", declarou.

A "promoção [do Algarve] no mercado interno", a "participação na gestão de fundos financeiros" e a "participação na discussão do PROTAl (Plano Regional de Ordenamento do Território do Algarve)" são algumas das competências inscritas nos estatutos da ERTA, "falta agora levá-las à prática", admitiu António Pina.

António Pina acredita também que com os novos estatutos "acentua-se o poder regional [do turismo no Algarve] em detrimento do poder centrado em Lisboa", nomeadamente com a participação na Assembleia Geral de organismos como a Universidade do Algarve, Associação Regional do Golfe do Sul e Associação de Portos de Recreios.

António Pina adiantou que o orçamento de 2009 para o turismo algarvio vai rondar os seis milhões de euros, um valor semelhante ao que teve em 2008.

"Não deve ser inferior ao deste ano, que foi 6.200 mil euros", estimou António Pina, confiante de ainda conseguir mais alguns milhares de euros de um bolo de 640 mil euros para distribuir pelas regiões e que o secretário de Estado do Turismo anunciou recentemente na comunicação social.

António Pina foi eleito presidente da comissão executiva da ERTA numa coligação entre o PS e o PSD, de onde sai também presidente da Associação de Turismo do Algarve (ATA), organismo com capitais públicos e privados que visa promover o Algarve no estrangeiro.

António Pina, 62 anos, licenciado em Filologia Germânica, ex-autarca, vai trabalhar com a mesma equipa com que trabalhava enquanto presidente da RTA

No mesmo acto eleitoral, Elidérico Viegas (PSD), actual presidente da Associação de Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA), foi eleito presidente da mesa da Assembleia Geral.