quinta-feira, junho 14, 2007

Para que não restem quaisquer dúvidas... (2)


A localização do novo Aeroporto de Lisboa, com todas as suas consequências para o País, merece uma atenção especial e estudo demorado, nem que seja para que não restem quaisquer dúvidas...

Mão amiga fez chegar-nos algumas ligações que podem ser úteis para quem esteja interessado neste processo, nomeadamente as
apresentações efectuadas no colóquio de 11 de Junho na Assembleia da República, os estudos efectuados pelo Estado Português, o contributo da CIP, apontando Alcochete como possivel solução, ou a opinião do consultor internacional Jack Soifer, onde expressa algumas reticências sobre a OTA...

Aguardamos os vossos comentários!

2 comentários:

OBSERVADOR disse...

Portimão e Lagos constroem aeródromo de luxo

Ficará localizado junto ao futuro autódromo

in CORREIO DA MNANHÃ, 2007.06.03

O equipamento será dotado de uma pista maior do que a do Aeroporto de Faro

Portimão e Lagos, através da Associação de Municípios da Ria da Alvor, vão construir um aeródromo que terá características de aeroporto – a pista será mesmo maior do que a de Faro.

O primeiro passo deverá ser dado ainda no próximo mês com o lançamento do plano director daquela estrutura aeroportuária. O equipamento disporá de condições para atrair aviões particulares e de companhias de low cost.

Segundo apurou o CM junto da autarquia portimonense, a pista terá 2800 metros de comprimento, ou seja, mais 310 metros de extensão do que a de Faro. O aeródromo deverá localizar-se na freguesia da Mexilhoeira Grande, concelho de Portimão, próximo do futuro Autódromo Internacional do Algarve.

“É um equipamento que se destina a servir todo o Barlavento algarvio”, refere Júlio Barroso, presidente da autarquia lacobrigense.

Existem já investidores privados interessados no projecto, designadamente estrangeiros. A ideia é que os custos de manutenção sejam baixos, de forma a tornar financeiramente viável a exploração do equipamento.

O plano director do aeródromo deverá avançar ainda este mês e estará concluído no espaço de dois. Seguem-se outros estudos exigidos legalmente, designadamente de carácter ambiental, bem como de viabilidade económico-financeira.

Actualmente, apesar de todas as limitações (a pista é de apenas 900 metros), o Autódromo Municipal de Portimão regista cerca de 12 mil movimentos por ano, sendo o segundo mais importante do País.

Loulé está também a desenvolver o projecto de um aeródromo para aviões de luxo, cuja pista terá 1200 metros. O processo de aquisição de terrenos já está em curso, ficando o aeródromo situado junto à fábrica da Cimpor e à Via do Infante.
J.C.E.

Felismina disse...

E ninguém fala na coragem destes senhores?!

Com o tráfego das low cost a subir de forma imparável, este(s) investimento(s) arrisca-se a ser um caso de sucesso!!!